“De tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se de justiça e ter vergonha de ser honesto.”

Rui Barbosa

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Amor, ódio e ciúme andam juntos!

"Os ciumentos não precisam de motivo para ter ciúme, são ciumentos porque são, o ciúme é um monstro que a si mesmo se gera e de si mesmo nasce."

William Shakespeare



*Amor, pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc.

O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação.

É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser.

*Ódio é um sentimento intenso de raiva, traduz-se na forma de antipatia, aversão, desgosto, rancor, inimizade ou repulsa contra uma pessoa ou algo, assim como o desejo de evitar, limitar ou destruir o seu objetivo.

É descrito com frequência como o contrário do amor, ou a amizade.

*Ciúme é a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade, provoca o temor da perda e envolve sempre três ou mais pessoas:

A pessoa que sente ciúmes, a pessoa de quem se sente ciúmes e a terceira ou terceiras pessoas que são o motivo dos ciúmes.

Fonte de Pesquisa: Wikipédia, a enciclopédia livre.
__________________________

Poderia escrever um monte sobre esse tema, mas vendo as definições e assistindo ao vídeo dá pra se ter uma ideia legal sobre esse assunto que é muito polêmico, agora, com certeza, esses sentimentos estão muito mais ligados do que pensamos.

Fernando Rocha
__________________________

Fotos Google:












Troca de Links - Ocioso

Postagens Populares Mãe Terra

Distante dos olhos, tão perto de mim...