“De tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se de justiça e ter vergonha de ser honesto.”

Rui Barbosa

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Vida

Bateu na porta, hesitei não quis abrir. 

Bateu de novo com força, mas depois não insistiu, desceu as escadas em silêncio e para sempre partiu. 

Partiu deixando na porta estas palavras: 

"Eu sou a felicidade e não voltarei jamais".


A honestidade e a fraqueza o tornam vulnerável. 

Seja honesto mesmo assim! 

Aquilo que você levou anos para construir pode ser destruido de um dia para o outro. 

Construa mesmo assim! 

Se você der ao mundo e aos outros o melhor de si, você correrá o risco de se machucar. 

Dê o que você tem de melhor mesmo assim!

Madre Teresa de Calcutá

Troca de Links - Ocioso

Postagens Populares Mãe Terra

Distante dos olhos, tão perto de mim...