“De tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se de justiça e ter vergonha de ser honesto.”

Rui Barbosa

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Avô salva neto atacado por cobra de cinco metros com as próprias mãos!

Eu acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.

Apenas nos iludimos julgando sermos donos das coisas, dos instantes e dos outros.

Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram.

Não perdi nada!

Apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.

Letty BeLo
______________________________________

Tô aprendendo...

Que duas pessoas discutindo, não quer dizer que se odeiam.
Que duas pessoas felizes, não quer dizer que se amam.
Que o mundo dá voltas e a vida é uma seqüência de desafios.

Que algumas feridas saram, outras não.
Que quem vive do passado é museu.

Que com a pessoa certa, uma vida é pouco tempo.
Que com a pessoa errada, um minuto é muito.
Que mesmo acompanhado ainda posso estar só.

Que caráter vem do berço, não se compra.
Que Amor não se exige, se dá.
Que meus amigos eventualmente vão me machucar, são humanos.

Que um ato pode mudar toda uma vida.
Que nem toda uma vida pode mudar alguns dos nossos atos.

Que o importante pra mim, não é pra outros e isso não é defeito.

Que a decência é uma prática diária.
Que humilhar é a pior das covardias.

Que a capacidade de amar, é nata.
Não depende de terceiros.

Que a beleza está na alma.
E que ainda tenho muita coisa pra aprender!

Desconheço o autor do texto.



Essa história é real e aconteceu em Cosmorama, interior de São Paulo, no sítio do Seu Joaquim.

Quando viu o neto todo enrolado pela sucuri, não pensou duas vezes, o sangue falou mais alto que o medo e não deu outra, partiu pra cima da cobra e salvou o garoto, o que parecia impossível.

O ser humano é dotado desse instinto, nem todos têm essa coragem, muito menos a força necessária para enfrentar um animal desses, mas tem alguma coisa escondida dentro da gente que aflora quando menos esperamos, e isso acontece em várias situações.

Quando achamos que já está tudo perdido, que acabou, vem aquela força lá do fundo, aquela voz na nossa consciência dizendo que ainda podemos fazer alguma coisa, que não é o fim, e a escolha para seguir em frente ou desistir é sempre nossa.

Fernando Rocha

Fotos Google:






Troca de Links - Ocioso

Postagens Populares Mãe Terra

Distante dos olhos, tão perto de mim...