“De tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se de justiça e ter vergonha de ser honesto.”

Rui Barbosa

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Lembra-se do bebê fumante da Indonésia? Não é o único caso.

Como deixar de fumar?

A melhor maneira é fazê-lo de uma só vez, com extraordinária força de vontade.

Pegue seu maço de cigarros e jogue-o no lixo, é melhor passar alguns dias de angústia, mas reprimir definitivamente o desejo de fumar do que prolongar essa agonia indefinidamente até que um câncer pulmonar ou laríngeo faça-o por você.



Os efeitos do tabagismo:

Assim como devasta a vontade e a lucidez, o cigarro ataca e destrói o organismo, criando doenças e provocando disfunções.

Eis apenas alguns de seus efeitos:

Sistema Respiratório
Bronquite, Enfisema, Câncer pulmonar, Angina do peito, Laringite, Tosse, Tuberculose, Traqueíte, Rouquidão.

Sistema Digestivo
Diminui a secreção gástrica, diminui o apetite e dificulta a digestão: úlcera gastroduodenal; quilite (inflamação dos lábios), sialorréia (salivação abundante); hepatite; aumento do ácido úrico, provocando a chamada Gota.

Sistema Circulatório
Arteriosclerose (20 cigarros ou mais por dia); varizes; flebite, isquemia; úlceras varicosas; palpitação; mal de Buerger (trombose); aceleração de doenças coronárias e cardiovasculares.

Sistema Nervoso
Uremia; Mal de Parkinson; vertigens; náuseas; dores de cabeça; nervosismo; opressão.

Assim como o alcoolismo, a falta do fumo para o viciado gera ansiedade, angústia etc.

Desencadeia crises, convulsões e espasmos, é a dependência mental, psíquica e física.

__________________________

Fonte de pesquisa: Portal do Espírito
http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/drogas/tabagismo.html
__________________________

Fotos Google: É uma pena ver fotos assim, mas é a realidade.








Nenhum comentário:

Troca de Links - Ocioso

Postagens Populares Mãe Terra

Distante dos olhos, tão perto de mim...